Direto do forno: Branime

Animalife-DJ2.png

Animalife! – Bastidores de um Web DJ

Você Já reparou que quando visitamos alguns sites de conteúdo otaku, a procura de animes ou mangás, em boa parte deles sempre tem um play de Web rádio? Pois é, sempre no canto superior da página. Não tem como descrever aquele momento fantástico em que a sua música favorita começa a tocar do nada, mesmo que você já a tenha escutado várias vezes naquele dia, só nos resta escutar e cantar! Agora, já parou para pensar sobre como tudo aquilo funciona? Como as músicas são escolhidas? E até como fazer suas próprias locuções?

No Animalife dessa semana teremos mais uma entrevista! Sim, dessa vez entrevistamos o Arkeus, administrador e DJ da rádio Branime, conversamos um pouco sobre o trabalho de Web DJ e suas características. A entrevista está excelente, vale a pena conferir. Se divirtam!

Eduardo: -Então, quando você começou a locutar Rádios Web?

Arkeus: -Comecei a locutar em 2008, logo quando a Branime foi fundada. Fui convidado pelo meu amigo Charles, o grande DJ Zero, ele disse que queria levantar uma rádio online voltada para o publico Otaku, me convidou pra ajudá-lo nessa empreitada, eu aceitei, e hoje cá estou.

Eduardo: -Quais requisitos necessários para quem quer começar a locutar esses tipos de Rádio? (Otaku, Pop, Rock, etc.)

Arkeus: -A principio eu avalio a forma como a pessoa interage com o público, observo se ela tem uma boa oratória, se ela é bem comunicativa. Às vezes a voz nem sempre é o requisito que mais chama a atenção em uma avaliação, assim como muitas pessoas pensam. Pelo menos aqui na Branime, eu observo o desempenho da pessoa no que diz respeito a entreter o ouvinte. Algumas pessoas já foram reprovadas aqui na Rádio, mesmo tendo vozes aparentemente bonitas, essas não sabiam se expressar muito bem. Após a aprovação, eu acho que o comprometimento é o quesito mais importante. Quando você está realmente interessado em fazer parte de algo e se esforça para aquilo, eventualmente você se torna um bom DJ.

Eduardo: -Como vocês escolhem as músicas de seus programas, no caso, as músicas de Animes? Existe algum padrão?

Arkeus: -Na maioria das vezes a gente se baseia nos pedidos dos ouvintes, fazemos a playlist baseado no gosto deles, buscamos sempre dar prioridade a isso. Quando escolhemos alguma música que não tenha sido pedida, optamos por aquelas que imaginamos ter uma melhor aceitação, tendo como base o histórico de músicas já pedidas anteriormente.

Eduardo: -O trabalho de Web DJ é cansativo? Quais são os seus pontos positivos e negativos?

Arkeus: -Acho que todo trabalho, independente de qual seja, tem seus prós e contras, mas posso dizer que ser Web DJ é gratificante na maior parte das vezes. O carinho que recebemos do público nos da energia pra continuarmos fazendo um bom trabalho, sem perder o pique.

Eduardo: -Vou ser um pouco específico nessa pergunta: Imagine que alguém sem experiência deseja abrir sua própria web-rádio, mas já de maneira “profissional” com servidor e tudo, que coisas ela deve ter em mente? Você tem alguma dica para dar?

Arkeus: -Ter paciência, manter as pessoas certas ao seu lado, ser cauteloso, e experimentar todas as ferramentas e estratégias disponíveis, a fim de obter o melhor resultado.

Eduardo: -Por último, você acredita que a experiência conquistada pelo trabalho de Web DJ serve de alguma coisa no mundo profissional? Se sim, por quê?

Arkeus: -Sim, acredito uma vez que se você se dispõe a locutar, você desenvolve sua oratória, encara sua timidez, tem maior facilidade em lidar com o público, e passa a organizar uma rotina e a encarar uma responsabilidade. Temos casos na Branime, de pessoas que começaram como Web DJs e hoje são locutores profissionais, e que usam a Branime como referência em seu currículo. Sem dúvida, a experiência adquirida não é em vão.

E esse foi mais um Animalife! Comente, dê sugestão de matérias, elas serão muito bem vindas, de verdade! Um abraço e até a próxima semana.

Imagem: Divulgação
Revisão e Edição: ~Xscape~

Animalife-DJ2.png

Animalife! – Bastidores de um Web DJ

Você Já reparou que quando visitamos alguns sites de conteúdo otaku, a procura de animes ou mangás, em boa parte deles sempre tem um play de Web rádio? Pois é, sempre no canto superior da página. Não tem como descrever aquele momento fantástico em que a sua música favorita começa a tocar do nada, mesmo que você já a tenha escutado várias vezes naquele dia, só nos resta escutar e cantar! Agora, já parou para pensar sobre como tudo aquilo funciona? Como as músicas são escolhidas? E até como fazer suas próprias locuções?

No Animalife dessa semana teremos mais uma entrevista! Sim, dessa vez entrevistamos o Arkeus, administrador e DJ da rádio Branime, conversamos um pouco sobre o trabalho de Web DJ e suas características. A entrevista está excelente, vale a pena conferir. Se divirtam!

Eduardo: -Então, quando você começou a locutar Rádios Web?

Arkeus: -Comecei a locutar em 2008, logo quando a Branime foi fundada. Fui convidado pelo meu amigo Charles, o grande DJ Zero, ele disse que queria levantar uma rádio online voltada para o publico Otaku, me convidou pra ajudá-lo nessa empreitada, eu aceitei, e hoje cá estou.

Eduardo: -Quais requisitos necessários para quem quer começar a locutar esses tipos de Rádio? (Otaku, Pop, Rock, etc.)

Arkeus: -A principio eu avalio a forma como a pessoa interage com o público, observo se ela tem uma boa oratória, se ela é bem comunicativa. Às vezes a voz nem sempre é o requisito que mais chama a atenção em uma avaliação, assim como muitas pessoas pensam. Pelo menos aqui na Branime, eu observo o desempenho da pessoa no que diz respeito a entreter o ouvinte. Algumas pessoas já foram reprovadas aqui na Rádio, mesmo tendo vozes aparentemente bonitas, essas não sabiam se expressar muito bem. Após a aprovação, eu acho que o comprometimento é o quesito mais importante. Quando você está realmente interessado em fazer parte de algo e se esforça para aquilo, eventualmente você se torna um bom DJ.

Eduardo: -Como vocês escolhem as músicas de seus programas, no caso, as músicas de Animes? Existe algum padrão?

Arkeus: -Na maioria das vezes a gente se baseia nos pedidos dos ouvintes, fazemos a playlist baseado no gosto deles, buscamos sempre dar prioridade a isso. Quando escolhemos alguma música que não tenha sido pedida, optamos por aquelas que imaginamos ter uma melhor aceitação, tendo como base o histórico de músicas já pedidas anteriormente.

Eduardo: -O trabalho de Web DJ é cansativo? Quais são os seus pontos positivos e negativos?

Arkeus: -Acho que todo trabalho, independente de qual seja, tem seus prós e contras, mas posso dizer que ser Web DJ é gratificante na maior parte das vezes. O carinho que recebemos do público nos da energia pra continuarmos fazendo um bom trabalho, sem perder o pique.

Eduardo: -Vou ser um pouco específico nessa pergunta: Imagine que alguém sem experiência deseja abrir sua própria web-rádio, mas já de maneira “profissional” com servidor e tudo, que coisas ela deve ter em mente? Você tem alguma dica para dar?

Arkeus: -Ter paciência, manter as pessoas certas ao seu lado, ser cauteloso, e experimentar todas as ferramentas e estratégias disponíveis, a fim de obter o melhor resultado.

Eduardo: -Por último, você acredita que a experiência conquistada pelo trabalho de Web DJ serve de alguma coisa no mundo profissional? Se sim, por quê?

Arkeus: -Sim, acredito uma vez que se você se dispõe a locutar, você desenvolve sua oratória, encara sua timidez, tem maior facilidade em lidar com o público, e passa a organizar uma rotina e a encarar uma responsabilidade. Temos casos na Branime, de pessoas que começaram como Web DJs e hoje são locutores profissionais, e que usam a Branime como referência em seu currículo. Sem dúvida, a experiência adquirida não é em vão.

E esse foi mais um Animalife! Comente, dê sugestão de matérias, elas serão muito bem vindas, de verdade! Um abraço e até a próxima semana.

Imagem: Divulgação
Revisão e Edição: ~Xscape~

song-jieun2-e1411358607616.jpg

Song JiEun (Secret) fará comeback em setembro

Song JiEun,  cantora da girlband sul-coreana Secret,  está preparando o seu retorno solo.

A agência TS Entertainment revelou que o conceito não será convencional. A nova canção falará sobre a quebra de barreiras das normas sociais quando se trata de amor, como em relacionamentos homossexuais, amor inter-racial, preconceito…etc.

O lançamento da canção está marcado para o dia 24 de setembro.

Fonte: SarangInGayo

Imagem: Divulgação

Revisão: Eduardo Janibelli

vampire-knight.jpg

Vampire Knight terá teatro musical em janeiro

Foi anunciado na revista Lala Magazine que entre os dias 21 a 25 de janeiro de 2015 no Tokyo’s Hakuhinkan Theater, haverá um teatro musical de Vampire Knight.

A produção conta com a presença de Nelke Planning, que já produziu peças de Sailor Moon e KodochaKōji Tokuo é o roteirista, e o coreógrafo será Shinnosuke Motoyama, o qual coreografou musicais de Prince of Tennis e Macross.

O mangá de Vampire Knight começou a ser escrito em 2004, pela Matsuri Hino, e encerrou no ano passado, totalizando 19 volumes. A história trata-se de Yuki, uma aluna que estuda em um colégio, no qual há duas turmas: ‘Day Class’(pessoas normais) e ‘Night Class’(vampiros). Ela trabalha com seu pai adotivo, o qual é diretor da escola, para provar que vampiros e humanos podem conviver pacificamente, porém o colégio esconde muitos segredos.

Elenco e novas informações do musical sairão no dia 24 de outubro na Lala Magazine.

Fonte: Anime News Network

Imagem: Divulgação

Edição: Eduardo Janibelli

Ao-trabalho.png

Animalife! – As vantagens de ser Organizador

Olá para você! Como foi dito no Animalife da semana passada, estive trabalhando no Anime Master, aqui em Fortaleza! Foi a minha primeira vez como organizador em um evento de Animes. Gostei tanto que, se depender de mim, só participo desses eventos como organizador e não mais como público, os motivos serão explicados na matéria dessa semana! Boa leitura!

Continue reading “Animalife! – As vantagens de ser Organizador” »